Bacharelado em Teologia

O chamado para o bacharelado é o chamado a colocar-se pessoalmente a serviço de Cristo a partir do dom que já foi presenteado por Deus.

Teologia a serviço da vida

Bacharelado em Teologia

Perfil do Egresso, Competências e Habilidades

Nosso desejo é que você, durante seus estudos de teologia, desenvolva competências básicas para o exercício do ministério pastoral e missionário. Nós iremos investir em você e desafiar você a ter competências:

1) Competência teológica: você saberá o que a fé cristã confessa.

2) Competência pessoal: você saberá conjugar o testemunho da fé cristã com a sua própria vida.

3) Competência na área da comunicação: você terá capacidades de percepção e habilidades de comunicação.

4) Competências práticas: você estará capacitado para colocar em prática o que você aprendeu na teoria.

5) Competência missionária: você aprenderá a ler a cultura e a adaptar a mensagem cristã – sem perda do conteúdo – para novos contextos, situações e públicos.

A FLT proporciona aos seus estudantes uma formação ampla e profunda, que alia teoria e práxis.

Bacharelado em Teologia

Leia 

mais!

 

1. Perfil do Egresso

1. Compreender os conceitos pertinentes ao campo específico do saber teológico, com ênfase aos que caracterizam a tradição cristã de corte protestante, e ser capaz de estabelecer correlações entre esses conceitos e as diferentes situações práticas da vida na igreja e na sociedade;

2. Integrar as várias áreas de conhecimento teológico e articulá-las com outras áreas do saber humano, em especial para a ajuda e cuidado a pessoas, tendo em vista análise de situações pessoais e comunitárias concretas, encontrando soluções de problemas e dilemas humanitários.

3. Compreender o fenômeno humano e a busca do sentido da vida no mundo sob a ótica da teologia, mediante consideração do ser humano como um ser integral em suas múltiplas relações sociais e ambientais;

4. Analisar, refletir, compreender, diferenciar e descrever criticamente fenômenos religiosos e correntes teológicas constituídas ao longo da história e na atualidade, articulando a religião e outras manifestações culturais, apontando a diversidade dos fenômenos religiosos em relação ao processo histórico-social e avaliando criticamente as suas contribuições para a vida humana na sociedade.

5. Realizar cultos, celebrações e programações, organizar a liturgia e ministrar os ofícios inerentes ao serviço comunitário;

6. Formar lideranças e multiplicadores para os diversos setores de trabalho de uma comunidade cristã e exercer a liderança espiritual, teológica e administrativa da comunidade a partir de uma atitude de amor, humildade, diálogo e serviço;

7. Planejar e realizar ações voltadas para administração e à edificação de comunidades cristãs, com ênfase nas atividades inerentes à dimensão pastoral e missionária, mantendo o olhar no atendimento das demandas de ensino e sociais/diaconais da comunidade;

8. Dar os encaminhamentos necessários à implantação, elaboração e desenvolvimento de projetos de cunho pastoral, missionário e social/diaconal no âmbito da comunidade ou de organizações públicas ou privadas, articulando a dimensão religiosa com outras manifestações culturais do ser humano;

9. Prestar assessoria pastoral, social e comunitária nas diferentes áreas em que atue e em instituições confessionais, interconfessionais, educacionais, assistenciais e promocionais, promovendo o desenvolvimento dos dons e talentos das pessoas, fomentando a diversificação dos serviços da comunidade, tanto na perspectiva teórica, quanto na prática;

10. Valorizar e amar as pessoas em sua individualidade e sociabilidade, mediante o cultivo do relacionamento interpessoal e empático com elas, a valorização da visitação, da inclusão social e da inserção na vida comunitária, tendo em vista o resgate do ser humano e sua dignidade de forma integral;

11. Compreender a relação entre transcendência e imanência, experimentada na existência humana;

12. Elaborar e desenvolver projetos de pesquisa dentro das exigências acadêmicas;

13. Participar de comitês e conselhos interdisciplinares, como os Conselhos estatais, comitês Ambientais e de Bioética, Ética em Pesquisa, Juntas de Conciliação, entre outros, promovendo a defesa dos direitos inalienáveis do ser humano e contribuindo para a construção permanente de uma sociedade mais justa e harmônica;

14. Perceber as dinâmicas socioculturais, tendo em vista interpretar as demandas dos diversos tipos de organizações sociais e religiosa

2. Competências e habilidades gerais

1. Articular de forma interdisciplinar as interfaces existentes nas diferentes áreas das Ciências Humanas, da Teologia e de outros campos do saber, promovendo a integração teórico-prática;

2. Participar, enquanto teólogo e ministro eclesiástico, da reconstrução de uma cidadania ética, promovendo valores como paz, justiça e bem-estar social, considerando as questões contemporâneas sobre temas ligados aos direitos humanos, meio ambiente, educação étnico-racial, educação indígena e sustentabilidade;

3. Produzir conhecimento científico no campo da Teologia e na área das ciências humanas.

3. Competências e habilidades específicas

1. Alcançar relevante conhecimento da tradição teológica cristã, em especial protestante, seja dos textos e narrativas fundantes, seja do desenvolvimento histórico dessa tradição e das diferentes interpretações e correntes teológicas que se dão no interior de seu campo;

2. Ler e compreender textos teológicos, narrativas, textos históricos e tradições em seu contexto, demonstrando capacidade para crítica, análise, reflexão, interpretação e comentário dos mesmos, fazendo uso de instrumentos hermenêuticos e analíticos, aprendendo a usar adequadamente, no contexto de uma visão sistêmica, os diversos conceitos teológicos em sua relação com os desafios do cotidiano;

3. Desenvolver espírito científico e pensamento reflexivo;

4. Adquirir senso de reflexão crítica e de cooperação que permita o desenvolvimento do saber teológico e das práticas religiosas dentro de tradição cristã, em especial, protestante;

5. Interpretar as Escrituras Sagradas da tradição cristã, proclamá-las e comunicá-las publicamente, bem como ensinar a doutrina da fé nos diversos níveis e frentes de trabalho de uma comunidade eclesial, na perspectiva do testemunho do amor incondicional de Deus para com o ser humano e toda criação, considerando a diversidade religiosa e cultural na qual se está inserido;

6. Articular o saber especificamente teológico com os saberes das outras ciências, de forma interdisciplinar;

7. Agir proativamente na promoção do diálogo, do respeito e da colaboração em relação às outras tradições religiosas e aos que não creem; atender, acolher e aconselhar pessoas com amor e empatia, auxiliando-as em questões de vida e de fé nas mais diversas etapas da vida e situações vivenciais, considerando em especial situações de crise, dor e sofrimento, sem esquecer-se de buscar auxílio pastoral e terapêutico para si próprio sempre que necessário, fortalecendo sua resiliência, equilíbrio emocional e maturidade;

8. Promover a difusão de referenciais éticos na comunidade eclesial e na sociedade civil através do ensino, do exemplo pessoal de vida e da orientação de indivíduos e da comunidade eclesial em relação a questões éticas;

9. Atuar de modo participativo e criativo junto a diferentes grupos culturais e sociais promovendo a inclusão social, a reflexão ética, o respeito à pessoa e aos direitos humanos;

10. Integrar grupos de reflexão e ação multidisciplinares e inter-religiosos; e

11. Desenvolver trabalhos em equipe e implementar projetos em organizações da sociedade.

× Como posso te ajudar?