Certamente você já se pegou pensando: “o que faz um teólogo?” e a gente te entende, afinal, muitos relacionam a teologia apenas aos padres, pastores ou outros líderes religiosos.  

Essa imagem idealizada acaba escondendo as tantas outras funções de um teólogo e os benefícios que essa formação traz para a área da educação, dos trabalhos humanizados, da literatura, entre outras.

Pensando nisso, resolvemos escrever este blog para tirar dúvidas sobre o que faz um teólogo e como se tornar um. Desejamos uma ótima leitura.

O que faz um teólogo?

Diferente do que muitos acham, um profissional de teologia não é somente um padre, pastor, uma freira e afins, é na verdade uma pessoa que buscou aprofundar conhecimentos sobre questões entre a natureza divina e os humanos.

Os teólogos focam em estudar e ensinar sobre as religiões baseados em conceitos da filosofia, história, psicologia, sociologia, etc. Eles são formados para entender “cientificamente” as doutrinas, as escrituras sagradas, a evolução das crenças e a relação entre elas e a sociedade.

Carreiras a serem seguidas

Além de ser uma área focada no estudo da religião, a teologia oferece um amplo mercado de atuação para quem possui a graduação. Veja algumas opções:

  • Pesquisa;
  • Ensino;
  • Aconselhamento espiritual;
  • Administração religiosa;
  • Setor público;
  • Trabalho social.

Para aprofundar os conhecimentos sobre cada área de atuação, temos um blog completo sobre tudo o que você precisa saber sobre o curso de teologia.

O que faz um teólogo e como se tornar um

Como se tornar um

Para ser um teólogo é preciso, antes de tudo, ter vocação, ou seja, ser uma pessoa disposta a ajudar o próximo, ter empatia, ouvir a todos, gostar muito de estudar e ler, pois o curso tem bastante matérias teóricas, mas calma, também possui atividades práticas.

Se você se enquadra nestes quesitos, agora é necessário buscar uma faculdade que ofereça graduação em teologia. No Brasil, a maioria dos cursos são baseados na vertente Cristã, por isso, os ensinamentos são focados na Bíblia Sagrada.

A partir disso, são estudadas as escrituras sagradas por meio de análises históricas e a evolução da religião com o passar dos anos. Os cursos de teologias também têm ramos da filosofia, sociologia, antropologia, homilética, etc.

O curso pode ser feito em uma faculdade pública ou privada em grau de bacharelado ou licenciatura. O primeiro te dará aptidão para ser um pesquisador ou sacerdócio. Já a segunda opção, habilitará o aluno para ser professor de ensino religioso ou até mesmo filosofia.

O tempo para formação do aluno é de três a quatro anos e meio, dependendo da instituição de ensino. Assim como os demais cursos, a graduação em teologia é reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação) e pode ser feita na modalidade presencial ou a distância, o chamado EAD.

Precisa ser religioso?

Essa é uma pergunta que surge naturalmente. Não, você não precisa ser religioso para cursar teologia. Como dito anteriormente, essa área busca compreender os feitos religiosos sobre a sociedade, é uma ciência humana baseada na psicologia, antropologia e sociologia e na comunicação.

Portanto, não é estabelecido como regra que você seja de uma determinada religião ou até mesmo acredite em Deus. Pense da seguinte forma, se quer seguir como padre ou pastor, é recomendado o bacharelado em teologia, pois serve para te dar uma capacitação além das igrejas. Agora, se a carreira for como professor ou pesquisador, não há necessidade de “pertencer” a uma crença.

O que faz um teólogo e como se tornar um

Teologia: uma carreira promissora

Bom, agora que falamos um pouco sobre as funções de um teólogo e como se tornar um bom profissional, podemos dizer que essa graduação te dará boas recompensas, mas não estamos falando apenas do financeiro e, sim, da realização pessoal, pois essa profissão é de entrega à comunidade.

Conforme pontuamos acima, você não precisa seguir uma religião, uma vez que a teologia possui uma ampla opção de carreiras a serem seguidas, basta ter vocação e se aperfeiçoar naquela que mais se identificar.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com os seus amigos, assim eles também esclarecem possíveis dúvidas e quem sabe, acabam se identificando com a profissão.

× Chat